Melhores

Grid List

Nos últimos dias, a política brasileira tem sido agitada por mais uma controvérsia envolvendo um dos seus principais atores: o ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro. Desta vez, a polêmica gira em torno do suposto excesso de gastos na pré-campanha de Moro, o que poderia resultar na sua cassação e inelegibilidade.

De acordo com informações recentes, o advogado do PL alertou para o risco iminente de cassação de Moro, argumentando que os gastos na pré-campanha do ex-juiz ultrapassaram os limites estabelecidos pela jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A acusação de abuso do poder econômico ganha força com o apoio do Ministério Público Eleitoral, que endossa a denúncia.

A jurisprudência do TSE estabelece limites para os gastos em pré-campanhas eleitorais, considerando abuso quando o montante ultrapassa determinado percentual do total permitido. Neste caso, alega-se que os gastos de Moro teriam extrapolado esses limites, configurando abuso do poder econômico. Além disso, discute-se também o abuso do poder político, com a inserção de Moro em propagandas televisivas, o que poderia caracterizar desvio de conteúdo programático partidário.

A defesa de Moro, por sua vez, refuta as acusações, destacando a distinção entre verbas privadas e eleitorais nos gastos de campanha. Alega-se que os recursos utilizados foram provenientes de fontes legítimas e não configuram irregularidades perante a lei. No entanto, a preocupação do partido União Brasil com os gastos antecipados de campanha evidencia alertas sobre possíveis problemas legais que podem surgir.

O desfecho desse caso será determinado nos tribunais, onde a imparcialidade dos juízes será fundamental para garantir um veredito justo e legal. A expectativa é que o julgamento ocorra no Tribunal Superior Eleitoral em maio, com a possibilidade de cassação de Moro e a convocação de eleições suplementares para preencher o cargo.

Na noite de sábado, 23 de março, enquanto os sons festivos ecoavam e as luzes coloridas dançavam no ar, um grupo de pessoas se reunia para celebrar não apenas mais um aniversário do Partido dos Trabalhadores, mas também um retorno significativo. Entre líderes regionais e o prestigiado deputado federal Zaratini, estava o ex-secretário estadual de Combate ao Racismo do PT, Rubens de Souza, carinhosamente chamado de Rubinho Raízes.

Julinho, Arlindo Chinaglia e Rubinho Raízes

A atmosfera estava impregnada de memórias e esperanças, enquanto Rubinho, em sua saudação calorosa, destacava com orgulho a longa história de lutas nos movimentos sociais. Era um momento de reafirmação dos valores e ideais que há décadas impulsionavam aqueles reunidos ali.

Rubinho ressaltou os feitos sociais conquistados nos governos petistas dos presidentes Lula e Dilma, enfatizando o compromisso contínuo com os mais necessitados e a promoção incansável da justiça social. Ele ecoava a crença de que a educação superior não deveria ser um privilégio, mas sim um direito universal, uma ferramenta essencial para a construção de um futuro mais igualitário e próspero para todos.

Enquanto as palavras de Rubinho ecoavam na sala, era como se cada frase fosse um lembrete poderoso do compromisso inabalável do PT com a causa dos menos favorecidos. Era um momento de renovação de votos, de reafirmação de ideais e de celebração da persistência em meio aos desafios. E naquele instante, sob as luzes vibrantes da festa, a esperança brilhava mais forte do que nunca.

O Ministério das Mulheres lançou nesta terça-feira (19) o Plano de Ação do Pacto Nacional de Prevenção aos Feminicídios. As ações fazem parte das comemorações do Março das Mulheres: o #BrasilporElas no enfrentamento à misoginia e na promoção da igualdade.

O objetivo do plano é prevenir mortes violentas de mulheres por questão de gênero e, também, garantir os direitos e o acesso à justiça para todas as que se encontram em situação de violência e também para suas famílias.

Brasília, DF 19/03/2024 A Ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, durante o lançamento do Plano de Ação do Pacto Nacional de Prevenção aos Feminicídios e Programa Asas pro Futuro no  evento Março das Mulheres: O #BrasilporElas no enfrentamento à misoginia e na promoção da igualdade. Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil
Mulheres foram as que mais sofreram com o fascismo dos últimos anos, disse a ministra Cida Gonçalves - Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil

Durante a cerimônia de lançamento, a ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, afirmou que elas foram as que mais sofreram com o fascismo implantado no Brasil nos últimos anos. “Nossos corpos, nossas vidas e nossas conquistas foram jogados [fora]. E construir casas do Minha Casa Minha Vida é mais fácil que construir costumes, valores, comportamentos, esperança e dignidade. E, por isso, é muito mais difícil. Enquanto fazemos isso, eles continuam pregando o ódio e a violência.”

Sob a coordenação do Ministério das Mulheres, o Plano de Ação do Pacto Nacional de Prevenção aos Feminicídios contará com interação da Casa Civil da Presidência da República e dos ministérios dos Direitos Humanos e da Cidadania; da Educação; da Saúde; da Justiça e Segurança Pública; dos Povos Indígenas; da Igualdade Racial; do Desenvolvimento, Assistência Social e Combate à Fome; da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos e do Planejamento e Orçamento.

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, disse que a eliminação do feminicídio deve ser para toda a população, assim como a reversão de todas as formas de violência contra mulheres e meninas no país, mas que é preciso perceber o impacto do racismo. “Para realidades distintas, focos específicos devem ser observados nas políticas. As pautas de gênero e raça perpassam todas as ações.

"A história do Brasil tem que afirmar que foram as mulheres negras que pariram esse país. A mãe gentil dos filhos deste solo cantada no Hino Nacional é uma mãe negra e avós e bisavós negras, em um fio que não se encerra”, afirmou Anielle Franco, em referência à deputada federal Benedita da Silva (PT–RJ).

 

Brasília, DF 19/03/2024 A Ministra  da Igualdade Racial, Anielle Franco, durante o lançamento do Plano de Ação do Pacto Nacional de Prevenção aos Feminicídios e Programa Asas pro Futuro no  evento Março das Mulheres: O #BrasilporElas no enfrentamento à misoginia e na promoção da igualdade. Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil
Segundo  a  ministra  Anielle  Franco,  a  eliminação do feminicídio tem que ser para toda a população - Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

As mulheres indígenas foram representadas pela secretária nacional de Gestão Ambiental e Territorial Indígena do Ministério dos Povos Indígenas (MPI), Ceiça Pitaguary. Para Ceiça, é importante fomentar iniciativas socioeconômicas que fortalecem saberes e práticas tradicionais dos povos indígenas, a partir do fortalecimento e da gestão de coletivos de mulheres indígenas, combater o feminicídio e erradicar a violência e a discriminação contra elas.

“[É preciso] fortalecer as mulheres indígenas através de informações sobre seus direitos, oportunidades de estudo nas instituições de ensino superior e diversos espaços da sociedade e na gestão ambiental de seus territórios, proporcionando condições para que alcancem sua autonomia econômica e política respeitando suas especificidades culturais.

Eixos

O plano de ação terá R$ 2,5 bilhões em recursos para desenvolver 73 medidas, distribuídas em dois eixos: estruturante e o transversal. O primeiro é composto pelas três formas de prevenção à violência contra mulheres: primária, secundária e terciária.

A primeira parte pretende evitar a violência por meio da mudança de crenças e comportamentos para eliminar os estereótipos, promover a cultura de respeito e não tolerância à discriminação, por exemplo, com a formação de mulheres líderes comunitárias e realização de oficinas de escuta nacional com mulheres.

O segundo momento de prevenção à violência inclui ações para intervir precocemente a fim de evitar a repetição e o agravamento da violência de gênero, como repasses financeiros a serviços de acolhimento provisório de mulheres ameaçadas de violência doméstica e familiar ou em situação de risco de morte.

Na terceira etapa da fase preventiva, o objetivo é diminuir os efeitos da violência e promover a garantia de direitos e de acesso à justiça e a direitos como saúde, educação, segurança, justiça, trabalho, entre outros.

Já o eixo transversal é dividido em produção de dados, entre os quais, a ampliação de notificações de violência de gênero; conhecimento, por meio da realização de pesquisas e diagnósticos; e redação de documentos e normas.

Conheça as 73 medidas do Plano de Ação do Pacto Nacional de Prevenção aos Feminicídios

O Supremo Tribunal Federal (STF) emitiu, nesta segunda-feira (1º), seis votos contrários à interpretação de que as Forças Armadas detêm um suposto "poder moderador" no país.

Esta posição dos ministros foi consolidada durante o julgamento virtual de uma ação movida pelo PDT em 2020, cujo objetivo é evitar que o artigo 142 da Constituição seja utilizado como justificativa para intervenções das Forças Armadas nos poderes democráticos do país.

Os ministros analisam o caso de forma definitiva, e em junho de 2020, o relator da ação, ministro Luiz Fux, concedeu uma liminar para afirmar que o artigo 142 não autoriza a interferência das Forças Armadas nos três Poderes. Conforme o texto constitucional, os militares estão subordinados ao presidente da República e destinam-se à defesa da pátria e à garantia dos poderes constitucionais.

A ideia de um possível "poder moderador" foi propagada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro como justificativa para a adoção de medidas contra outros poderes durante seu mandato.

Até o momento, o voto de Fux prevalece. Para o ministro, o poder das Forças Armadas é limitado e não admite interpretações que permitam sua intervenção nos três Poderes.

"A missão institucional das Forças Armadas na defesa da pátria, na garantia dos poderes constitucionais e na manutenção da lei e da ordem não inclui o exercício de um poder moderador entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário", afirmou.

Além de Fux, os ministros Luís Roberto Barroso, André Mendonça, Edson Fachin, Flávio Dino e Gilmar Mendes também votaram na mesma direção. Ainda restam os votos de cinco ministros.

Em seu voto, Dino ressaltou que não há um "poder militar" no país.

“Ressalto que, em nosso regime constitucional, não há um poder militar. O poder é exclusivamente civil, composto por três ramos legitimados pela soberania popular, direta ou indiretamente. A função militar é subordinada a esses poderes constitucionais, conforme estabelecido no artigo 142 da Constituição", concluiu.

O julgamento está ocorrendo no plenário virtual, onde os ministros registram seus votos no sistema eletrônico da Corte, sem a necessidade de deliberação presencial. A votação será concluída em 8 de abril.

O Artigo 142 da Constituição Federal do Brasil estabelece que as Forças Armadas, que incluem a Marinha, o Exército e a Aeronáutica, são instituições permanentes e regulares do país. Elas são organizadas com base nos princípios da hierarquia e da disciplina e estão subordinadas à autoridade suprema do Presidente da República.

As principais atribuições das Forças Armadas, conforme descritas no Artigo 142, são:

Defesa da Pátria: As Forças Armadas têm o dever primordial de proteger o território nacional de ameaças externas, garantindo a soberania e a integridade territorial do país.

Garantia dos Poderes Constitucionais: Devem assegurar o funcionamento regular das instituições democráticas estabelecidas pela Constituição Federal, incluindo os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Manutenção da Lei e da Ordem: As Forças Armadas podem ser acionadas para auxiliar no restabelecimento da ordem pública em situações excepcionais, por iniciativa de qualquer um dos Poderes Constitucionais, quando as forças de segurança convencionais se mostrarem insuficientes para lidar com ameaças à segurança nacional ou à ordem interna.

É importante ressaltar que o papel das Forças Armadas na garantia da lei e da ordem é secundário em relação às suas funções principais de defesa da pátria e garantia dos poderes constitucionais. Além disso, sua atuação nessa área deve ser sempre subordinada aos princípios democráticos e aos limites estabelecidos pela Constituição, preservando os direitos fundamentais dos cidadãos.

Em uma abordagem surpreendente, o tenente-brigadeiro Francisco Joseli Parente Camelo, presidente do Superior Tribunal Militar (STM), oferece uma visão distinta da tradicional perspectiva militar sobre a esquerda no Brasil. Em uma entrevista à TV Band com o repórter Túlio Amâncio, ele desmistifica a associação entre ser de esquerda e ser comunista, destacando que "ser de esquerda não é ser comunista". Camelo enfatiza que o ex-presidente Lula é, na verdade, um sindicalista, não um comunista, e destaca que o comunismo é uma ideologia ultrapassada, inexistente no Brasil.

"Ser de esquerda é querer um Brasil melhor, mais solidário, mais próspero, um Brasil que pense no mais pobre", afirma Camelo, desafiando a concepção equivocada de que toda pessoa de esquerda é comunista. Ele rejeita categoricamente essa associação simplista e reitera que o comunismo não tem lugar no país.

Camelo, nascido em Fortaleza e membro do STM desde 2015, ingressou na carreira militar em um período turbulento durante a ditadura militar. Ao longo de sua carreira, ele recebeu várias condecorações, incluindo a prestigiada Ordem da Legião de Honra da França. Quando questionado sobre sua orientação política, Camelo responde que os militares não têm afiliação partidária, pois estão comprometidos com o melhor interesse do Brasil.

Em relação aos acontecimentos de 8 de janeiro, Camelo defendeu a punição para os militares envolvidos, reconhecendo os indícios de planejamento de golpe, mas ressaltando a importância de garantir o direito de defesa a todas as pessoas envolvidas. Ele enfatiza que os militares devem manter-se distantes da política para preservar a integridade das instituições democráticas.

No turbilhão político que se seguiu às eleições de 2022, um novo capítulo de intrigas e desafios éticos veio à tona com as revelações do depoimento de Eder Balbino, da empresa Gaio. Mas o enredo fica ainda mais complexo quando surgem novos personagens, como Fernando Cerimedo, um influenciador argentino ligado à família Bolsonaro, que propagou fake news sobre a lisura do processo eleitoral no Brasil.

Ele falou sobre as reuniões virtuais, onde os dados do Tribunal Superior Eleitoral eram meticulosamente analisados e transformados em gráficos e tabelas. Contou sobre os e-mails trocados, os WhatsApps enviados às pressas, as videoconferências que se multiplicavam como cogumelos após a chuva.

Mas foi quando o interrogatório se aproximou das discussões sobre possíveis fraudes eleitorais que as coisas ficaram realmente interessantes. O depoente descreveu o momento em que os dados pareciam apontar para uma anomalia nas urnas eletrônicas, uma repetição exagerada de números que, para os especialistas, era como uma luz vermelha piscando em meio à escuridão.

Ele explicou como esses dados foram utilizados para embasar uma ação judicial movida pelo Partido Liberal, buscando a anulação dos votos do segundo turno das eleições. Mas ele insistiu que sua contribuição se limitava apenas à apresentação dos dados, deixando a interpretação e as decisões nas mãos dos responsáveis pelo Instituto Voto Legal.

À medida que o depoimento avançava, as peças desse quebra-cabeça político começavam a se encaixar. O depoente era apenas uma engrenagem em uma máquina muito maior, uma testemunha involuntária dos eventos que poderiam mudar o curso da história política do país.

Ao final do interrogatório, enquanto ele se afastava da sala, deixando para trás o eco de suas palavras cuidadosamente escolhidas, ficava a sensação de que ainda havia muito mais por trás daquela fachada de normalidade. E assim, a narrativa das eleições de 2022 continuava a se desenrolar, envolta em mistério e intriga, com o depoente como um personagem secundário em um palco de eventos que transcenderiam sua própria compreensão.

A história toma um rumo sinistro quando se sabe que Cerimedo viralizou ao divulgar um suposto dossiê com informações falsas sobre a apuração das eleições brasileiras. O dossiê, uma modelagem de dados feita por Bruno Campello, conhecido por criar e espalhar falsos estudos sobre a pandemia, trouxe à tona acusações graves sobre a integridade do processo eleitoral.

O "estudo" contido no dossiê era tão questionável que nem mesmo o Ministério da Defesa o utilizou em seu relatório. O Partido Liberal, que endossou as alegações do dossiê ao pedir a anulação de votos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), acabou enfrentando consequências drásticas, com uma multa de quase R$ 23 milhões e o bloqueio de suas contas.

Bruno Campello produziu e divulgou Fakenews

Bruno Campello produziu e divulgou Fakenews

A trama se complica ainda mais com as revelações de que Bruno Campello produziu e divulgou essas fake news, incluindo a alegação infundada de que as urnas foram fraudadas. A Polícia Federal já incluiu Campello nos inquéritos em andamento, evidenciando seu papel como uma peça-chave nas investigações sobre possíveis fraudes eleitorais.

Além disso, é perturbador saber que esse falso relatório produzido por Campello foi usado para alimentar a crença dos lunáticos bolsonaristas nas ruas e nos quartéis. Esses indivíduos, agarrados a teorias conspiratórias e desinformação, têm uma responsabilidade direta sobre os atos terroristas ocorridos em 12 de dezembro, 24 de dezembro e 8 de janeiro.

Bruno Campello produziu e divulgou Fakenews
Bruno Campello produziu e divulgou Fakenews. Os questionamentos são falsos.
 

As consequências nefastas dessas mentiras se tornam ainda mais visíveis ao considerarmos que elas poderiam ter resultado em tragédias de proporções ainda maiores. Em um atentado fracassado, bolsonaristas planejaram explodir uma bomba no aeroporto de Brasília na véspera de Natal em 2022, uma ação que, se bem-sucedida, poderia ter ceifado dezenas de milhares de vidas inocentes.

No entanto, o estrago não foi tão devastador quanto poderia ter sido, graças às ações preventivas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que havia bloqueado os principais ativistas da desinformação, como Monark, Carla Zambelli, entre outros. Essa medida crucial ajudou a mitigar a propagação desenfreada das fake news e a manter a integridade do processo eleitoral em meio ao caos da desinformação.

Enquanto o país aguarda ansiosamente por respostas, fica claro que os desafios da democracia são cada vez mais complexos, envolvendo não apenas análises técnicas e políticas, mas também questões éticas e morais. E à medida que a verdade tenta se libertar das teias da desinformação, figuras como Eder Balbino e Bruno Campello assumem papéis cruciais nessa saga eleitoral, deixando uma marca indelével na história política do Brasil.

Leia o depoimento completo de Eder Balbino clicando aqui


O candidato à prefeitura de São Paulo pelo Psol, Guilherme Boulos, deu o ar da graça em Parelheiros nessa quinta-feira (22) acompanhado de sua fiel escudeira, Marta Suplicy (PT). O rolê incluiu uma caminhada seguida de um papo reto, onde Boulos não deixou barato e meteu bronca na gestão do prefeito bolsonarista Ricardo Nunes (MDB), que tá querendo se reeleger. O deputado federal também fez questão de lembrar dos bons tempos em que a Marta tava na parada, sendo a prefeita mais bem avaliada da cidade. "Nesses governos mais humildes, as coisas andavam", mandou ver.

Mas o que mais pegou fogo mesmo foi quando ele chamou o Nunes de "tchutchuca do Bolsonaro". E não parou por aí, não! O Boulos ainda deu aquele toque sobre a possível participação do prefeito numa parada que apoia as tretas golpistas do Bolsonaro, que tá até sendo investigado. "Se ele quiser passar vergonha sozinho, tudo bem, mas botar São Paulo nessa situação é dose", soltou Boulos. E já tão marcando uma manifestação pra apoiar as ideias do Bolsonaro em São Paulo no próximo domingo (25). Que confusão!

E o evento, que reuniu mais de 500 moradores da área, foi só lacração! Boulos não economizou nas críticas pro prefeito, não. Ele mandou ver: "Esse prefeito tá se comportando igual tchutchuca do Bolsonaro, e não como prefeito de São Paulo". E não esqueceu de elogiar a Marta, não. Ele fez questão de destacar os avanços que rolaram durante os governos dela. "Foi nesses tempos que as coisas melhoraram aqui em Parelheiros e nas quebradas", mandou ver Boulos.

E a Marta, toda emocionada, retribuiu os elogios ao Boulos, destacando a parada dele de tá sempre de olho nos mais necessitados. "Eu sinto que o Boulos tá ligado nas paradas dos mais necessitados. Por isso que tamo junto", mandou a ex-prefeita.

E o rolê continuou com o Boulos e a Marta fazendo várias atividades por Parelheiros, incluindo uma visita aos manos do território indígena Tenondé Porã, uma voltinha pelo comércio local e até o plantio de uma muda de cambuci na praça Jornalista Ivan Bertolazzi. E nessa parada toda, além de muita bronca e elogio, o evento destacou a importância de tá na pista pela comunidade. "O que tá em jogo é a comparação entre esse legado e a turma que só pensa nos abastados", fechou Boulos. Essa eleição vai ser um rolo, hein!

O governador Tarcísio de Freitas e o prefeito da capital, Ricardo Nunes, estiveram presentes em um evento em São Paulo, juntamente com o ministro Alexandre de Moraes e outros membros do Supremo Tribunal Federal (STF).

O encontro ocorreu às vésperas de um ato convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, na Avenida Paulista, em defesa de si mesmo contra uma investigação conduzida por Moraes sobre suposta tentativa de golpe em 2022. Tarcísio e Nunes confirmaram presença nesse evento pró-Bolsonaro.

Durante o evento, Tarcísio elogiou a Justiça Eleitoral, especialmente após as declarações de Moraes, que preside também o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sobre a confiabilidade das urnas eletrônicas, alvo de críticas por parte de Bolsonaro e seus aliados durante as últimas eleições. O prefeito Ricardo Nunes, por sua vez, preferiu não discursar e permaneceu mais discreto.

O evento marcou também a posse do novo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), o desembargador Silmar Fernandes, e de seu vice, o desembargador José Antonio Encinas Manfré, na sede do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), no centro da capital.

Além de Alexandre de Moraes, estiveram presentes os ministros do STF André Mendonça, Cristiano Zanin e Dias Toffoli, todos paulistas, bem como o ex-ministro do STF e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Pública, Ricardo Lewandowski.

O governador Tarcísio de Freitas, sob influência direta do secretário da Segurança Pública, Guilherme Derrite, choca a corporação ao remover abruptamente 34 coronéis da Polícia Militar (PM) de São Paulo, incluindo o segundo no comando da instituição. Ações que, segundo oficiais ativos e da reserva, desencadeiam uma crise sem precedentes.

Em uma reviravolta dramática, postos-chave na PM foram redesenhados na última quarta-feira (21/2), sob a influência indiscutível de Derrite, causando desconforto e inquietação entre os membros da corporação. A decisão repentina, interpretada como um golpe na hierarquia e estabilidade, é vista como um movimento surpreendente e inédito.

As mudanças afetam mais de 30 coronéis, cuja transferência repentina é atribuída a uma suposta oposição aos métodos de policiamento na Baixada Santista e ao apoio ao uso de câmeras corporais pelos policiais. Além disso, a exoneração do subcomandante José Alexander de Albuquerque Freixo, entre outros, levanta sérias questões sobre as intenções por trás dessas mudanças radicais.

As especulações sobre os motivos dessas mudanças intensas alimentam o caos, com muitos questionando se as ações são uma tentativa de consolidar o controle sobre a corporação, removendo vozes discordantes. A falta de transparência e justificativa para essas mudanças exacerbam as preocupações sobre o futuro da instituição.

Enquanto isso, entre os oficiais, surge um sentimento de revolta e desconfiança em relação à gestão do secretário Derrite. Muitos descrevem as ações como irresponsáveis e manipuladoras, enquanto outros temem as repercussões dessas mudanças drásticas na estabilidade e eficácia da PM.

Em meio à turbulência, os impactos dessas decisões permanecem incertos. No entanto, a comunidade da PM, conhecida por sua disciplina e dedicação, enfrenta agora uma crise de confiança sem precedentes em suas lideranças.

Na terça-feira, 2 de abril, é o Dia da Conscientização do Autismo, data marcada pela importância de combater o preconceito com relação as pessoas com TEA (Transtorno do Espectro Autista) e reforçar a luta pela inclusão. Barueri é um dos municípios que mais avança em prol dessa causa.  

 TEA 

De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), o Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma deficiência ligada ao desenvolvimento neurológico que engloba diferentes condições caracterizadas por algum grau de comprometimento no comportamento social, na comunicação e na linguagem. O nível de funcionamento intelectual em pessoas com TEA pode variar bastante e tais características se apresentam, geralmente, nos primeiros cinco anos de vida.  

 Embora algumas pessoas com TEA consigam viver de forma independente, outras podem precisar de acompanhamento contínuo e cuidados específicos ao longo da vida.  

 Barueri no caminho da inclusão 

A cidade de Barueri, por meio da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SDPD) e a Secretaria de Saúde, atua para garantir apoio total para as pessoas com Transtorno do Espectro Autista.  

 Na SDPD as pessoas com TEA, assim como outras modalidades de deficiência, contam com os seguintes serviços:  

- Emissão de carteira de identificação da pessoa com deficiência;  

- Atendimento em Equoterapia (método terapêutico com cavalos e que contribui com o desenvolvimento biopsicossocial), ofertado a pessoas a partir dos dois anos de idade;  

- Saúde e Movimento, que realiza atividades físicas adaptadas a partir dos sete anos; 

- Centro-Dia, que tem como foco o estímulo, a convivência e a autonomia, voltado ao público com mais de 18 anos; 

- Departamento de Empregabilidade, que apoia candidatos com deficiência para ingresso no mercado de trabalho.  

 

Centro de Referência do Autismo 

Atualmente está em processo de implantação o Centro de Referência do Autismo pela Secretaria de Saúde, que funcionará no segundo andar do prédio da SDPD. O equipamento oferecerá atendimento especializado com equipe multiprofissional, melhorando a qualidade de vida do usuário com TEA e seus familiares na rede pública municipal. Estão previstos mil atendimentos por mês.  

“A SDPD acolheu o Lucas em um período que ele estava sem nenhum tipo de terapia, foi encaminhado para a Equoterapia por um ano e meio e foi quando ele ganhou a compreensão auditiva dele. Quando abrir o Centro de Referência do Autismo as pessoas com TEA vão decolar”, disse Adriana Lopes Garcia de Almeida, mãe de Lucas, de cinco anos, que tem TEA. 

 

Sala de Inclusão  

A chamada Sala de Inclusão é um espaço reservado para o atendimento do Ganha Tempo Municipal, no qual não há barulho e nem estímulos visuais em excesso, o que não tira o encanto de uma sala projetada para acolher crianças que estão dentro do Transtorno do Espectro Autista ou que têm algum outro tipo de deficiência e particularidades sensoriais. 

Desde que entrou em funcionamento, em dezembro de 2023, o Banho de Afeto segue oferecendo cuidados para as pessoas que estão em situação de rua.  

Trata-se de um caminhão totalmente equipado da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Sads) e do Fundo Social de Solidariedade, mais um instrumento de trabalho da Assistência Social, um serviço itinerante que agrega facilidades ao trabalho que já é desenvolvido pelas equipes do ReNascer e da abordagem para pessoas em situação de rua (feito pela Cáritas).  

Acolhimento e cuidado 

Todos os dias a equipe do Banho de Afeto visita bairros da cidade em dois períodos:  manhã e tarde. Até agora, estiveram no Parque dos Camargos, Aldeia da Serra, Centro, Engenho Novo, Jardim Paulista e JardimBelval 

Só no mês de fevereiro, 68 pessoas em situação de rua foram atendidas, sendo que algumas delas utilizaram o serviço mais de uma vez. Além de oferecer roupas, alimentação e banho, a equipe faz uma sensibilização para que a pessoa acesse o serviço de acolhimento da cidade e, eventualmente, participe da Roda do Cuidar. 

A Roda do Cuidar consiste em um conjunto de ações que dão início ao processo de aproximação com pessoas em situação de vulnerabilidade social, especialmente as que vivem nas ruas.  

Fala, galera apaixonada pelo samba! Segura essa emoção porque no dia 06 de abril de 2024, Barueri vai pegar fogo com o show do Art Popular! É isso mesmo, um dos grupos mais icônicos do Brasil vai estar na área para uma festa daquelas, celebrando três décadas de muita música e muita história.

Trinta anos de pura paixão pelo samba. Desde 1989, o Art Popular vem conquistando o coração do Brasil com suas batidas envolventes, letras que grudam na mente e uma energia contagiante. E olha só, mesmo depois de tanto tempo, eles continuam arrasando nos palcos e mantendo viva a essência do samba em nossas vidas. Lançado em 1994, seu primeiro álbum faz 30 anos. 

Quem aí nunca se jogou na pista ao som de "Agamamou", "Temporal" ou "Cupido amigo"? E aquela emoção que bate forte com "Pimpolho" e a animação contagiante de "Eu sou o samba"? As músicas do Art Popular são verdadeiros hinos que marcaram época e fazem parte da trilha sonora de muita gente por aí.

E a inauguração do Viva la Fiesta vai ser o point perfeito para essa festa! Em um clima super acolhedor e cheio de vibe positiva, a galera vai ter a chance de relembrar os sucessos do Art Popular, cantar junto com a galera e sambar até o sol nascer. Vai ser uma noite mágica, onde só vai rolar good vibes e muita música boa.

E o melhor de tudo, os ingressos estão com preços super camaradas no primeiro lote! Por apenas R$ 30 você garante sua entrada na Pista individual, R$ 60 na Pista Vip e se quiser curtir em grande estilo, tem camarote Vip para 10 pessoas por apenas R$ 1.000! Isso mesmo, milão para uma turma curtir uma experiência VIP de tirar o fôlego. Então já sabe, né? Corre garantir o seu ingresso antecipado e não perde essa festa que promete ficar marcada na história! Não perca tempo e garanta já o seu ingresso antecipado para essa festa que promete entrar para a história! O Viva La Fiesta está localizado no andar superior do Deck's Bar & Gastrônomia, na Avenida Arnaldo Rodrigues Bittencourt, 866, Bethaville. Os ingressos antecipados estão disponíveis em https://www.clubedoingresso.com/evento/artpopular-decks.

E nada melhor do que comemorar três décadas de sucesso com um showzão ao vivo do Art Popular, né? Com toda essa energia e paixão pelo samba, a galera promete fazer dessa noite um momento inesquecível para todos que estiverem presentes. É uma viagem no tempo garantida, onde você vai poder relembrar os melhores momentos da vida ao som das músicas que embalaram suas histórias.

Então, meu povo de Barueri, preparem-se para uma noite de pura celebração, música e muita emoção! O Grupo de Samba Art Popular está chegando para fazer história mais uma vez e você não pode ficar de fora dessa. Vem com a gente nessa festa inesquecível e faça parte dessa história do samba brasileiro. Porque quando se trata de Art Popular, a festa nunca tem fim!

PROGRAMAÇÃO:

Sábado 06/04

14:00 Roda de samba com feijoada e DJs no intervalo

19:00 Grupo Só Black

21:00 Grupo Fizarte no Palco 1 às 23:00 abertura do salão Lá Fiesta com Dj Jotta K e

00:00 Arte Popular na inauguração do Casa de Shows Viva La Fiesta!

Os holofotes estão prontos para iluminar o Teatro Municipal Luiz Gonzaga, em Jandira! Nos dias 29 e 30 de março, prepare-se para se emocionar com a Paixão de Cristo 2024, um espetáculo que promete encantar e emocionar. Com duração de aproximadamente uma hora, a peça, promovida pela Secretaria de Cultura e Turismo, é totalmente gratuita.

O elenco, selecionado através de um rigoroso edital, está se dedicando intensamente aos ensaios todas as noites, às 19h, para entregar uma apresentação memorável. A narrativa da peça, baseada no Novo Testamento, retrata a vida, os ensinamentos, os milagres, a morte e a ressurreição de Jesus Cristo, levando o espectador a uma jornada espiritual única.

Não perca essa oportunidade de vivenciar essa manifestação artística de Jandira, que conta com a participação de até 68 talentosos artistas locais e de regiões vizinhas. Prepare-se para se emocionar e se maravilhar com esse espetáculo que já ganhou destaque nas grandes mídias, como na edição anterior, que teve sua matéria transmitida pela TV Globo.

As chances são tanto para o público feminino como masculino

A Prefeitura de Jandira, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, divulgou mais um processo seletivo. Desta vez, estão sendo ofertadas 100 (cem) vagas para o cargo de Auxiliar de Produção. O recrutamento acontecerá nesta terça-feira (26), das 09h às 10h, na Casa do Trabalhador de Jandira, localizada na Via Expressa Mauri Sebastião Barufi, 1.570 – Vila Mercedes.

Os interessados devem comparecer com documento com foto e currículo atualizado. Ressalta-se que serão distribuídas 300 (trezentas) senhas para os candidatos e as oportunidades são para ingressar no time da Motus, empresa que possui mais de 10 (dez) anos como parceira preferencial dos grandes varejistas de moda têxtil no Brasil.

Confira a seguir os requisitos exigidos:

  • Ter de 18 (dezoito) a 50 (cinquenta) anos;
  • Ensino Fundamental completo;
  • Salário de R$ 1.480,00 (mil quatrocentos e oitenta reais), além de benefícios como VT (vale-transporte).

Imagine só: você está tranquilo no posto de gasolina, quando de repente um carro desgovernado atinge a bomba e começa um fogo intenso. Foi isso que aconteceu em Jandira nesta quarta-feira (20), e o vídeo desse momento tenso está circulando nas redes sociais.

O que muita gente não sabe é que o motorista do carro, um senhor de 79 anos, estava dirigindo de chinelo. Parece inacreditável, mas foi isso que aconteceu! Ele teria se enrolado no acelerador e perdido o controle do carro, causando o acidente.

Por sorte, dois Guardas Municipais de Jandira estavam no local e agiram rapidamente para salvar o motorista. Eles se arriscaram nas chamas para resgatá-lo, mesmo com o perigo iminente. Um verdadeiro ato de heroísmo!

O motorista foi levado para o UPA de Jandira, onde recebeu atendimento médico. Mas e o que diz o código de trânsito sobre dirigir de chinelo? Bom, segundo o artigo 252 do CTB, é proibido dirigir com calçado que não seja firme nos pés. Isso porque pode comprometer o uso dos pedais, como aconteceu nesse acidente.

Então, já sabe: nada de dirigir de chinelo! Além de ser perigoso, você pode levar uma multa e ainda perder pontos na carteira. Fique ligado e dirija com segurança!

A Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) da Prefeitura de Osasco está com processo seletivo aberto para o preenchimento de duas vagas de estágio. Os estudantes podem se candidatar até o dia 11/03/2024.

Para concorrer as vagas é necessário estar matriculado nos cursos de Gestão Ambiental, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia Agronômica, Ciências Biológicas, Geografia, Pedagogia e áreas correlatas.

Uma das vagas é para o Departamento de Planejamento, Gestão e Educação Ambiental que vai selecionar estagiário (a) para atuar como Educador Ambiental. Entre as atividades está a realização de palestras de conscientização, manutenção de programas ambientais do município e contribuir na elaboração de políticas públicas.

A outra vaga é para o Orquidário Municipal que vai contratar estagiário (a) para o atendimento ao público e demais atividades envolvendo a educação ambiental, como manejo, manutenção e produção de espécies.

Os requisitos para se candidatar são os seguintes:

Estar matriculado nos cursos de graduação indicados;

Cursando no máximo o sexto semestre;

Ter disponibilidade para trabalhar das 8h às 15h;

Ter afinidade com políticas públicas ambientais;

Morar em Osasco (preferencialmente);

Estudar no período noturno e ter cadastro no CIEE (Centro de Integração Empresa Escola).

 

Os currículos devem ser enviados para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. até o dia 11/03/2024

Osasco está comemorando 62 anos de emancipação político-administrativa e quem ganha o presente são os cidadãos. No domingo, 25 de fevereiro, Os Paralamas do Sucesso farão o primeiro show de aniversário na Arena VIP (Avenida Sport Club Corinthians Paulista, 1360 – Jardim das Flores), a partir das 14h, porque haverá shows com artistas locais antes.

O show da banda Os Paralamas do Sucesso não terá custo algum para os cofres públicos, pois é realizado pela Rádio Massa FM.

O acesso é gratuito. Quem quiser contribuir, pode levar um quilo de alimento não perecível, que será destinado ao Fundo Social de Solidariedade para atender às famílias em situação de vulnerabilidade social.

Os Paralamas do Sucesso, também conhecida somente por Paralamas, é uma banda de rock brasileira formada em 1982 no município fluminense de Seropédica. Os integrantes atuais são: Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone.

Serviço

Show Os Paralamas do Sucesso

Dia: 25/02

Horário: a partir das 14 horas

Local: Arena VIP (Avenida Sport Club Corinthians Paulista, 1360 – Jardim das Flores)

Acesso livre

O Fundo Social de Solidariedade da Prefeitura de Osasco (FSSO) abriu as inscrições para a 30ª edição do Casamento Comunitário de 2024. Os interessados podem procurar o Espaço Mãos do Futuro (Rua Deputado Emílio Carlos s/n – Vila Campesina), de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 16h, com os seguintes documentos para agendar o comparecimento no cartório:


Solteiros

  • Certidão de Nascimento – xerox e original – atualizada com prazo máximo de 90 dias
  • Documento de identificação: RG e CPF ou CNH (em bom estado e atual)
  • Carteira Profissional do noivo e da noiva e comprovante salarial dos noivos
  • Comprovante de endereço no nome de um dos noivos

 

Divorciados

  • Certidão de Casamento com Averbação de Divórcio – xerox e original – atualizada com prazo máximo de 90 dias
  • Documento de identificação: RG e CPF ou CNH (em bom estado e atual)
  • Carteira Profissional do noivo e da noiva e comprovante salarial dos noivos
  • Comprovante de endereço no nome de um dos noivos

 

Viúvos

  • Certidão de Casamento xerox e original – atualizada com prazo máximo de 90 dias com Anotação do Óbito, Certidão de Óbito original do (a) cônjuge falecido (a)
  • Documento de identificação: RG e CPF ou CNH (em bom estado e atual)
  • Carteira Profissional do noivo e da noiva e comprovante salarial dos noivos
  • Comprovante de endereço no nome de um dos noivos

 

Mais informações, basta ligar no Fundo Social no telefone (11) 3684-1291, atendimento de segunda a sexta, das 9h às 16h.

 

Serviço

Inscrições para o 30º Casamento Comunitário de Osasco (2024)

Data: A partir do dia 09/01

Horário: segunda a sexta-feira, das 9h às 16h

Local: Sede do Espaço Mãos do Futuro

Endereço: Rua Deputado Emílio Carlos s/n – Vila Campesina

Mais informações: 3684-1291 ou 156

A Prefeitura de Santana de Parnaíba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, celebrou a formatura de aproximadamente 200 alunos que concluíram cursos de qualificação. Realizada no auditório do Centro Administrativo Bandeirantes (CAB), a cerimônia foi marcada pela presença de familiares, amigos, professores e autoridades municipais. Os formandos dos Cras e do CCCA foram certificados em cursos como Manicure e Pedicure, Depilação, Maquiagem, entre outros, visando aprimorar suas habilidades e prepará-los para o mercado de trabalho.

O prefeito de Santana de Parnaíba, Marcos Tonho, entregou no último sábado (16/3) uma nova leva de escrituras a parnaibanos e parnaibanas inscritos no programa Regulariza Parnaíba. A ação de política pública, realizada no auditório do Poupatempo Fazendinha, contemplou 222 moradores de diversos bairros, garantindo tranquilidade de moradia e direito de propriedade.

“Nós já entregamos mais de 20 mil escrituras desde o início do meu mandato e até o final chegaremos a um patamar de 30 mil”, disse o prefeito Marcos Tonho.

A entrega de documentos, organizada pela Secretaria de Habitação, ficou marcada por momentos de grande emoção. “Chegar nessa escritura, que representa aquilo que a gente sonhou, é uma realização, sem contar no orgulho de falar de Santana de Parnaíba, de ser morador daqui”, revelou Sivanildo de Jesus, morador do bairro Cento e Vinte.

O Regulariza Parnaíba, maior programa de regularização fundiária da história do município, é responsável por todo o processo técnico para concessão do título de propriedade (escritura), sendo que o documento é entregue sem nenhum custo direto ao cidadão. 

“Essa entrega da prefeitura é muito importante porque muitas famílias não têm condições de arcar com um documento que costuma ser tão caro”, observa Nívea dos Reis, moradora do bairro Cento e Vinte.

Com o programa ativo há 11 anos, a Prefeitura já beneficiou mais de 20 mil moradores do município. “É uma conquista que representa muito, porque a gente viu o trabalho de Santana de Parnaíba crescer, e acho que vamos até fazer um churrasco em comemoração com a família”, comemora Leila Alves, moradora da Vila Poupança”.

O ato de entrega de escrituras realizado no Poupatempo Fazendinha foi prestigiado por familiares de moradores contemplados, além de representantes da política local e do convidado especial Elvis Cezar, apresentador do programa Brasil Que Faz, da Rede Bandeirantes de Televisão. 

A Prefeitura de Santana de Parnaíba promoveu no dia (13/3) uma ação educativa do programa “Sinal de Vida”, com o objetivo de instruir motoristas e pedestres sobre a importância dos cuidados na travessia da faixa de segurança. Ao abordar pais e alunos, nas proximidades do Colégio Tom Jobim, agentes de trânsito também distribuíram material ilustrativo da campanha.

“É uma ação realizada ao longo do ano, mas que intensificamos no período de aulas para conscientizar a todos sobre a importância do pedestre fazer o sinal de vida e o motorista entender que tem de dar a preferência para quem vai atravessar a faixa”, explica Vivian Cristina Matiassi, secretária de Transporte e Trânsito.

Com viagens a trabalho pela Austrália, Estados Unidos e Inglaterra, o analista de sistemas, Nelson Rui de Sillos, revelou que viveu a experiência, nesses países, de só tirar o pé da guia e já ver o motorista parar o carro. “Aqui no nosso país melhorou muito, mas é uma questão cultural e a gente precisa continuar com esse tipo de iniciativa até que todos possam enraizar na mente”, diz o morador de Santana de Parnaíba, pai de estudante do Tom Jobim.

Embora o“Sinal de Vida” no trânsito ganhe destaque em todo o país durante o mês de maio, na campanha Maio Amarelo (que alerta a sociedade para adoção de medidas que contribuam na redução dos índices de acidentes de trânsito), em Santana de Parnaíba a campanha é realizada de modo frequente.

“É um trabalho de formiguinha que a gente está constantemente fazendo, principalmente em travessias em frente às escolas”, conclui Fábio Henrique, agente da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT).



 

A decisão da Justiça de São Paulo em negar a prisão temporária de Fernando Sastre de Andrade Filho, condutor do Porsche envolvido em um acidente fatal, mais uma vez levanta questionamentos sobre a imparcialidade e a eficácia do sistema judicial brasileiro.

O acidente, que resultou na morte de um motorista de aplicativo e deixou um passageiro ferido, tem sido tratado como uma "fatalidade" pela defesa do condutor do veículo de luxo. No entanto, a recusa em decretar a prisão temporária de Fernando Sastre de Andrade Filho parece desconsiderar a gravidade dos fatos e a necessidade de responsabilização diante das evidências apresentadas.

Alegações de que o condutor não fugiu do local do crime, contradizendo as informações das autoridades, levantam suspeitas sobre a transparência do processo judicial. A demora em prestar depoimento às autoridades e a alegação de "choque" como justificativa para tal atraso também são aspectos que geram questionamentos sobre a conduta do suspeito e a seriedade das investigações.

Além disso, a tentativa da defesa de Fernando Sastre de Andrade Filho de retratá-lo como uma vítima, citando um suposto "receio de linchamento virtual", parece mais uma estratégia para desviar o foco da responsabilidade do que uma preocupação genuína com a segurança do cliente.

A falta de transparência e a aparente leniência da Justiça diante de casos envolvendo indivíduos privilegiados levantam sérias questões sobre a igualdade perante a lei no Brasil. Enquanto os mais vulneráveis enfrentam duras penas por crimes muitas vezes menos graves, os privilegiados parecem desfrutar de um tratamento diferenciado, minando a confiança da população no sistema judicial.

Diante disso, é fundamental que as autoridades responsáveis conduzam uma investigação minuciosa e imparcial, garantindo que todas as partes envolvidas sejam responsabilizadas de acordo com a gravidade dos fatos. A justiça deve ser cega e não se curvar a privilégios ou influências, pois somente assim poderá ser verdadeiramente justa e eficaz.

No último fim de semana, a viatura da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal) da Guarda Civil Municipal de Jandira estava em patrulhamento na Rua Amaralina, na Vila São Nicolau, quando visualizou um indivíduo em atitude suspeita em um local popularmente conhecido pelo comércio de drogas. 

O suspeito, de 20 anos, confessou o crime e cooperou indicando onde estavam escondidos os demais entorpecentes. A ação eficiente da GCM resultou na apreensão de 52 (cinquenta e duas) trouxinhas de maconha, 07 (sete) pedras de crack, 51 (cinquenta e um) pinos de cocaína e a quantia de R$ 32,00 (trinta e dois reais) em pecúnia. 

A ocorrência está em andamento e sendo conduzida pela Delegacia de Jandira, demonstrando o compromisso e a eficiência das forças de segurança em combater o tráfico de drogas e garantir a segurança de toda a população.

Filho 04 de Bolsonaro vira réu por lavagem de dinheiro e alega: Mudei para SC porque aqui o povo é honesto

Policial

Ah, meus amigos, segura o forninho que o barraco tá armado! O Jair Renan Bolsonaro, conhecido como o "filho 04" do ex-presidente Jair Bolsonaro, acabou de entrar para o time dos réus! É isso mesmo, o rapaz está no olho do furacão e vai ter que dar explicações por uma bela lista de trapalhadas, incluindo falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e uso de documento falso. É um enredo desses que a gente só vê em filme de suspense!

Parece que o Jair Renan se meteu em umas artimanhas pra conseguir uns empréstimos, viu? O pessoal da polícia desconfia que ele deu uma bela maquiada nos documentos da empresa RB Eventos e Mídia pra conseguir uma graninha camarada em 2022. E olha que não foi só uma vez, não! Em 2023, ele conseguiu mais uns empréstimos, somando uma quantia boa, e pra fechar com chave de ouro, ainda deu um belo calote no banco. Quem nunca, né?

Mas não acaba por aí, não, meus queridos! O instrutor de tiro Maciel Alves de Carvalho também está nessa confusão toda. Os dois foram até alvos de uma Operação Nexum, que é tipo uma força-tarefa pra pegar os malandros suspeitos de estelionato, falsificação de documentos e outras trambicagens. É tanta confusão que nem parece real!

E agora vem o bafafá mais recente! O relatório da investigação foi parar nas mãos da Justiça em fevereiro desse ano, e o Jair Renan e o parceiro de peripécias foram indiciados pela Polícia Civil. A denúncia veio direto do MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios), e agora o processo tá lá na 5ª Vara Criminal de Brasília. E ó, fica a dica: tudo isso tá mais guardado que segredo de novela!

Olha só o que tá dando o que falar: o parceiro do filho '04' do ex-presidente Bolsonaro, o tal dublê de atirador Maciel Carvalho, está na berlinda de novo! E não é a primeira vez, não, minha gente! Esse rapaz tem uma lista de "feitos" digna de um filme de ação: falsificação de documentos, estelionato, organização criminosa, peculato, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e até disparo de arma de fogo. Parece que ele queria competir com os vilões dos filmes de Hollywood!

E pra fechar com chave de ouro, a defesa do Jair Renan soltou uma nota falando em "golpe" contra ele. É mole? Segundo o advogado, tem alguém por aí tramando contra o coitado do rapaz, mas ainda não soltaram o nome do "amigo da onça". Só nos resta esperar pra ver se essa história vai ter um final feliz ou se vai virar uma novela daquelas que a gente não quer ver o fim.

Ah, e enquanto tudo isso acontece, o Jair Renan resolveu virar "sulista de coração" e até se aventurar na política! É isso mesmo, ele anunciou sua pré-candidatura a vereador por Balneário Camboriú e tá lá, se filiando ao PL, tudo com direito a postagem pomposa nas redes sociais. Parece que o jovem quer seguir os passos dos irmãos, Flávio e Carlos Bolsonaro, que já fizeram fama na política do Rio de Janeiro.

E não poderia faltar uma alfinetada nos petistas, né? O Jair Renan criticou até o vereador de Balneário Camboriú do PT, chamando-o de "vereadorzinho da esquerda" e mandando a turma "ir pra Venezuela".

Visando garantir segurança financeira, estabilidade e qualidade de vida aos munícipes, a Prefeitura de Jandira, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, divulgou, na segunda-feira (01), um processo seletivo com 400 (quatrocentas) vagas disponíveis para o cargo de Auxiliar de Produção. As oportunidades são para somar ao time da Marilan, a segunda maior fabricante de biscoitos do Brasil e a primeira marca mais consumida.

Os interessados devem comparecer à Casa do Trabalhador, localizada na Via Expressa Mauri Sebastião Barufi, 1.570 - Vila Mercedes (dentro do estacionamento do Supermercado Lopes), nas seguintes datas:  04, 11, 18 e 25 de abril. Confira os horários do recrutamento abaixo, tendo em vista que serão distribuídas apenas 28 (vinte e oito) senhas por sessão. 

  • Manhã: 09h, 10h e 11h.

  • Tarde: 14h, 15h e 16h.

Os requisitos exigidos para esta função são: ter a partir de 18 (dezoito) anos, Ensino Médio completo e residir em Jandira, Itapevi ou Barueri. O salário ofertado é de R$ 2.078,00 (dois mil e setenta e oito reais), além de benefícios.

A Prefeitura de Itapevi oferece, a partir desta segunda-feira (1º), 625 vagas de emprego em diversas áreas. Essas vagas fazem parte do trabalho da administração municipal para intermediar contratações para empresas da região. Isso ajuda a movimentar a economia da cidade e insere mais munícipes no mercado de trabalho.

As oportunidades estão espalhadas pelos setores de logística, administração, comércio e serviços. Quem se interessar deve comparecer pessoalmente ao Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), localizado no Resolve Fácil (Rua José Michelotti, 347 – Cidade Saúde). No local, é possível obter informações referentes a salários, requisitos exigidos e os benefícios oferecidos em cada vaga.

Os cargos disponíveis são para candidatos com ensino fundamental ou ensino médio, completos ou incompletos. Valorizando a inclusão das pessoas com Deficiência (PCD), algumas vagas também estão disponíveis para este público. Outras funções não exigem experiência prévia, por isso é a chance ideal para quem está em busca da primeira oportunidade profissional.

Os candidatos devem levar um documento original com foto – RG ou CNH – e o CPF. O próprio sistema do PAT encaminha para a determinada vaga, com base no perfil profissional de cada pessoa.

Algumas oportunidades podem ser verificadas pelo aplicativo “Sine Fácil”, disponível em Android e iOS. Mais informações podem ser obtidas no (11) 4143-9200.

Funções oferecidas

O maior destaque da semana são as vagas para auxiliar de logística, com 400 posições em aberto. Na sequência aparecem os cargos de operador de produção (65) e auxiliar de limpeza (50). Confira abaixo todas funções com postos de trabalho:

– Açougueiro

– Ajudante de carga e descarga

– Ajudante de obras

– Assistente de contabilidade

– Auxiliar de estoque

– Auxiliar de jardinagem

– Auxiliar de linha de produção

– Caldeireiro

– Eletricista

– Mecânico de refrigeração

– Montador estrutural

– Motorista entregador

– Operador de empilhadeira

– Pintor de obras

– Pintor industrial

– Servente de obras

– Soldador

A Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Barueri (SDPD) está com as inscrições abertas para mais uma edição do Feirão do Emprego. O evento que é voltado para pessoas com deficiência, acontecerá em abril e contará com a presença de representantes de 11 grandes empresas da região.  

Oportunidade  

Interessados devem fazer a inscrição on-line clicando AQUI. As pessoas que ainda não pertencem ao banco de dados do Departamento de Empregabilidade da SDPD poderão realizar o seu cadastro na Secretaria, que fica na rua Vereador Isaias Pereira Souto, 175 – Jardim Belval, de segunda a sexta-feira das 8h às 17h.  Após realizar o cadastro, a pessoa poderá fazer a inscrição on-line.  O Feirão ocorrerá no dia 2 de abril, das 9h às 15h.  

 

O evento contará com suporte para tornar acessível o atendimento dos candidatos, como a presença de intérprete de Libras, a plataforma de videochamada com a Central de Libras (Icom), guia vidente e materiais em braile. 

 

A ação faz parte do Programa Incluir da SDPD, que tem como meta transpor barreiras que a pessoa com deficiência encontra para o ingresso no mercado de trabalho, dando apoio para o contratado, sua família e à empresa contratante. 

 

Os interessados podem obter mais informações pelo telefone (11) 4201-8034 nos ramais 118, 120 e 123 ou pelo e-mail sdpd.empregabilidade@barueri.sp.gov.br. 

 

 

A seleção brasileira de handebol masculino ficou fora da próxima edição dos Jogos Olímpicos após ser derrotada pela Espanha por 28 a 26, neste domingo (17) no Palau d'Esports de Granollers, na região da Catalunha (Espanha), em partida válida pelo Pré-Olímpico da modalidade.

O Brasil mediu forças na competição com a Eslovênia (derrota brasileira de 27 a 26), depois com o Bahrein (vitória brasileira de 25 a 24) e neste domingo com a Espanha. Com o resultado deste domingo, o Brasil terminou em terceiro lugar na classificação de sua chave, ficando fora da zona de classificação para os Jogos de Paris. As vagas ficaram com Espanha e Eslovênia.

A frustrante participação no Pré-Olímpico veio após a conquista, pela equipe comandada pelo técnico Marcus Tatá, do Torneio Sul-Centro Americano, em Buenos Aires (Argentina). A competição reuniu Uruguai, Chile, Paraguai, Costa Rica e Argentina. O título valeu vaga no Mundial de 2025, disputado na Noruega, na Croácia e na Dinamarca.

Fonte:
Da Agência Brasil
Foto: Divulgação/IHF/Direitos Reservados

Aí, galera da estrada! Bota aí na agenda que a Copa Truck 2024 tá chegando com tudo neste fim de semana, e os brutos da Volkswagen vão defender o título com unhas e dentes.

É isso mesmo, no dia 16 e 17 de março, o autódromo de Campo Grande vai tremer com o ronco dos motores e os caminhões Volkswagen Meteor vão dominar as pistas. A equipe R9 Competições tá com tudo e com os pilotos Felipe Giaffone, Beto Monteiro, André Marques e toda a trupe pronta pra arrebentar.

Ano passado foi só alegria: Felipe Giaffone levou a categoria Pro, enquanto Thiago Rizzo deu show na Super, tudo a bordo de um VW Meteor. E olha só, esse ano a Volkswagen vai além: além de defender o título, os caras tão testando o Meteor Mission Zero, um trucão híbrido elétrico feito especialmente pras corridas.

Na equipe, tá todo mundo pilhado e focado em dar um show de desempenho. E olha que o Meteor Mission Zero tá na pista pra valer, sendo testado em condições extremas, com direito a tudo que tem direito, do motor híbrido à regeneração de energia na frenagem.

Então já sabe, parceiro, prepara o coração porque a Copa Truck tá chegando e os caminhões Volkswagen vão fazer tremer até o asfalto!

Na última semana, o prefeito de Jandira, Henri Hajime Sato, acompanhou o 44º Campeonato de Sumô que, pela primeira vez, foi sediado no município. Durante o evento, diversos competidores disputaram medalhas e tiveram a oportunidade de mostrar suas habilidades, talentos e, claro, determinação. 

Doutor Sato enfatizou sua alegria ao prestigiar este marco: “Por ser um esporte internacionalmente conhecido e principalmente dos meus ancestrais no Japão, estamos muito felizes de receber este evento na cidade e sediar o Campeonato de Sumô. Vários municípios participam desta modalidade, como Sorocaba, Itapetininga, Capão Bonito, Guapiara, São Miguel Arcanjo, Piedade, e outras inúmeras regiões. 

“Jandira, por meio deste evento, também é vista positivamente. Investindo no esporte eu estou economizando na saúde. Aqui as crianças competem de forma saudável, então é uma honra estar aqui fazendo parte desta história. Estou muito feliz”, concluiu.

Ressalta-se que o sumô é comprovadamente um esporte que trás vários benefícios para a saúde, não apenas físicos como mentais. 

“O sumô exige que você tenha iniciativa, e essa lição pode ser levada para a vida. Você encontra a coragem de lutar e encarar os desafios”, finalizou o prefeito. 

Veja a seguir os resultados obtidos na competição:

Masculino

MIRIM D -  Individual:

1º) Daniel Eiji Hironaga Moriy (CB); 

2º) Luis Hideki Hironaga Moriy (CB).

MIRIM C – Equipe

1º) Itapetininga. 

MIRIM C - Individual

1º) Diogo Fukushima (OSA) ; 

2º) Ted Vitor Barbirato Filho (CB); 

3º) Gabriel Kenji dos Santos (CB); 

3º) Leonardo de Jesus (ITA).

MIRIM B – Equipe

1º) – Osasco. 

MIRIM B - Individual

1º) José Augusto Leite (ITA); 

2º) Wesley Sugawara (CB); 

3º) Yukio Fukushima (OSA); 

3º) Miguel Fukushima (OSA).

MIRIM A – Equipe

1º) Jandira A; 

2º) Jandira B. 

MIRIM A - Individual

1º) Gabriel Antônio Costa (ITA); 

2º) Rafael Martins dos Santos (JAN);

3º) Pablo Diniz Silva (JAN); 

3º) João Pedro Araújo (JAN).

INFANTIL – Equipe

1º) Itapetininga; 

2º) Capão Bonito; 

3º) Jandira.

INFANTIL - Individual:

1º) Rodrigo Dallolio (CB); 

2º) Allan Brisola (ITA); 

3º) Nicolas Takeshi (ITA); 

3º) Renato Oliveira (ITA).

JUVENIL – Individual:

1º) Gabriel Pereira do Nascimento (JAN); 

2º) Rodrigo Dallolio (CB); 

3º) Renato Oliveira (ITA).

ADULTO – Equipe

1º) Capão Bonito;

2º) Itapetininga A; 

3º) Jandira B;

3º) Itapetininga B. 

ADULTO - Individual

1º)  Thiago Ciavarela (CB); 

2º) Genilson Toburcio (CB); 

3º) Felipe Ishimaru (JAN); 

3º) Tetsushi Nakaya (CB).

Feminino

MIRIM C – Equipe:

1º) Itapetininga. 

MIRIM C – Individual

1º) Isabela Maria Marques Lopes (ITA); 

2º)  Rayssa Sakashita Apolinário (ITA); 

3º) Lara Marques Pinheiro (ITA); 

4º) Rihanna Sakashita Apolinário (ITA).

MIRIM B – Equipe

1º) Jandira. 

MIRIM B – Individual

1º) Valentina Rodrigues Ishimaru Martins (JAN); 

2º) Manuella Rodrigues Ishimaru Martins (JAN); 

3º) Ana Clara Diniz Silva (JAN).

MIRIM A – Equipe

1º) Itapetininga. 

MIRIM A - Individual

1º) Luana Naomi Nakaya (CB); 

2º) Clarice Apolinário Soares (ITA); 

3º) Mayla Mitiko Yabuki Mello (ITA); 

3º) Maria Clara Jesus de Lima (ITA).

INFANTIL – Equipe

1º) Capão Bonito; 

2º) Itapetininga. 

INFANTIL – Individual

1º) Natasha Sayuri Gamarros (CB); 

2º) Eilisa Saori Nakaya (CB); 

3º) Ana Beatriz Freitas (ITA); 

3º) Beatriz Eduarda de Oliveira (CB).

JUVENIL – Individual

1º) Rebeka Sakashita (ITA);

2º) Ana Carolina da Almeida (CB).

ADULTO – Equipe

1º) Itapetininga A; 

2º) Itapetininga B; 

3º) Jandira; 

3º) Capão Bonito. 

ADULTO – Individual

1º) Silvana Oliveira (CB); 

2º) Natália Calçada (ITA); 

3º) Larissa Marques (ITA); 

3º) Evelyn Oliveira (JAN).

Na última semana, o prefeito de Jandira, Henri Hajime Sato, acompanhou o 44º Campeonato de Sumô que, pela primeira vez, foi sediado no município. Durante o evento, diversos competidores disputaram medalhas e tiveram a oportunidade de mostrar suas habilidades, talentos e, claro, determinação. 

Doutor Sato enfatizou sua alegria ao prestigiar este marco: “Por ser um esporte internacionalmente conhecido e principalmente dos meus ancestrais no Japão, estamos muito felizes de receber este evento na cidade e sediar o Campeonato de Sumô. Vários municípios participam desta modalidade, como Sorocaba, Itapetininga, Capão Bonito, Guapiara, São Miguel Arcanjo, Piedade, e outras inúmeras regiões. 

“Jandira, por meio deste evento, também é vista positivamente. Investindo no esporte eu estou economizando na saúde. Aqui as crianças competem de forma saudável, então é uma honra estar aqui fazendo parte desta história. Estou muito feliz”, concluiu.

Ressalta-se que o sumô é comprovadamente um esporte que trás vários benefícios para a saúde, não apenas físicos como mentais. 

“O sumô exige que você tenha iniciativa, e essa lição pode ser levada para a vida. Você encontra a coragem de lutar e encarar os desafios”, finalizou o prefeito. 

Veja a seguir os resultados obtidos na competição:

Masculino

MIRIM D -  Individual:

1º) Daniel Eiji Hironaga Moriy (CB); 

2º) Luis Hideki Hironaga Moriy (CB).

MIRIM C – Equipe

1º) Itapetininga. 

MIRIM C - Individual

1º) Diogo Fukushima (OSA) ; 

2º) Ted Vitor Barbirato Filho (CB); 

3º) Gabriel Kenji dos Santos (CB); 

3º) Leonardo de Jesus (ITA).

MIRIM B – Equipe

1º) – Osasco. 

MIRIM B - Individual

1º) José Augusto Leite (ITA); 

2º) Wesley Sugawara (CB); 

3º) Yukio Fukushima (OSA); 

3º) Miguel Fukushima (OSA).

MIRIM A – Equipe

1º) Jandira A; 

2º) Jandira B. 

MIRIM A - Individual

1º) Gabriel Antônio Costa (ITA); 

2º) Rafael Martins dos Santos (JAN);

3º) Pablo Diniz Silva (JAN); 

3º) João Pedro Araújo (JAN).

INFANTIL – Equipe

1º) Itapetininga; 

2º) Capão Bonito; 

3º) Jandira.

INFANTIL - Individual:

1º) Rodrigo Dallolio (CB); 

2º) Allan Brisola (ITA); 

3º) Nicolas Takeshi (ITA); 

3º) Renato Oliveira (ITA).

JUVENIL – Individual:

1º) Gabriel Pereira do Nascimento (JAN); 

2º) Rodrigo Dallolio (CB); 

3º) Renato Oliveira (ITA).

ADULTO – Equipe

1º) Capão Bonito;

2º) Itapetininga A; 

3º) Jandira B;

3º) Itapetininga B. 

ADULTO - Individual

1º)  Thiago Ciavarela (CB); 

2º) Genilson Toburcio (CB); 

3º) Felipe Ishimaru (JAN); 

3º) Tetsushi Nakaya (CB).

Feminino

MIRIM C – Equipe:

1º) Itapetininga. 

MIRIM C – Individual

1º) Isabela Maria Marques Lopes (ITA); 

2º)  Rayssa Sakashita Apolinário (ITA); 

3º) Lara Marques Pinheiro (ITA); 

4º) Rihanna Sakashita Apolinário (ITA).

MIRIM B – Equipe

1º) Jandira. 

MIRIM B – Individual

1º) Valentina Rodrigues Ishimaru Martins (JAN); 

2º) Manuella Rodrigues Ishimaru Martins (JAN); 

3º) Ana Clara Diniz Silva (JAN).

MIRIM A – Equipe

1º) Itapetininga. 

MIRIM A - Individual

1º) Luana Naomi Nakaya (CB); 

2º) Clarice Apolinário Soares (ITA); 

3º) Mayla Mitiko Yabuki Mello (ITA); 

3º) Maria Clara Jesus de Lima (ITA).

INFANTIL – Equipe

1º) Capão Bonito; 

2º) Itapetininga. 

INFANTIL – Individual

1º) Natasha Sayuri Gamarros (CB); 

2º) Eilisa Saori Nakaya (CB); 

3º) Ana Beatriz Freitas (ITA); 

3º) Beatriz Eduarda de Oliveira (CB).

JUVENIL – Individual

1º) Rebeka Sakashita (ITA);

2º) Ana Carolina da Almeida (CB).

ADULTO – Equipe

1º) Itapetininga A; 

2º) Itapetininga B; 

3º) Jandira; 

3º) Capão Bonito. 

ADULTO – Individual

1º) Silvana Oliveira (CB); 

2º) Natália Calçada (ITA); 

3º) Larissa Marques (ITA); 

3º) Evelyn Oliveira (JAN).

Olha só quem voltou a dar as caras com suas bravatas! Bolsonaro, o mestre da polêmica e das ameaças vazias, está de volta com sua bizarra novela sobre prisão. Parece até que virou fã de filme de ação, só que daqueles bem ruins.

Lembra daquela vez em que ele soltou a pérola de que preferia atirar em quem tentasse prendê-lo? Pois é, o mesmo roteiro se repete, só que agora o medo de ser preso tá batendo na porta dele de novo. Coitado, parece que não aprende mesmo.

E não para por aí, não! Agora, o camarada tá até flertando com um deputado do partido dele, soltando mais ameaças de "atirar para matar". Parece que o figurão tá confundindo o Brasil com um jogo de tiro. Quem vai avisar que isso aqui é vida real?

Ah, e tem mais! O ex-presidente que adora uma confusão já até ameaçou não acatar mais ordens do STF, falou que ia ter eleição só se fosse com voto impresso e até deu uma de mau perdedor dizendo que não aceitaria o resultado da eleição de 2022 se não ganhasse. Dá pra acreditar?

Só pra lembrar: esse mesmo Bolsonaro aí já deu um chega pra lá na democracia brasileira, armou um baita circo pra tentar um golpe e, quando viu que a coisa tava ficando feia, deu no pé pros EUA. Voltou com o rabinho entre as pernas só três meses depois. Covardia tem limite, né?

E falando em golpe, lembra daquela turminha dos bolsonaristas terroristas que tentaram um golpe em 8 de janeiro de 2023? Pois é, tão tudo preso e levando uma cana braba, de 12 a 17 anos de prisão. Parece que a justiça tá acordando pra vida e mostrando quem manda de verdade por aqui.

E olha que ainda falta prender uma turminha que botou gasolina na fogueira do golpe: os principais instigadores que usaram os meios de comunicação como palanque. Tem o "jornalista" Paulo Figueiredo, a Ana Paula Henkel, o Adrilles Jorge, a Bárbara Destefani, o Rodrigo Constantino, o Bernardo Küster... A lista é grande e dá até vontade de rir, se não fosse trágico.

E não para por aí, não! Tem também uma galera do Congresso envolvida até o pescoço nessa confusão toda. O Ricardo Salles, Gustavo Gayer, Marcelo Álvaro, Silvia Waiãpi, Aline Sleutjes, Bia Kicis, Caroline de Toni, Carlos Jordy, Macel Van Hattem, Felipe Martins, Nikolas Ferreira, Carla Zambelli, André Fernandes, General Girão, Magno Malta, Luis Carlos Heinze, Zequinha Marinho, Marcos Rogério, Marcos do Val e é claro, não pode faltar a figura do profeta do diabo, o Silas Malafaia.... Ufa, até cansa só de falar.

E aí vem a pergunta que não quer calar: por que esses caras ainda estão soltos? Será que tão esperando o quê? Uma recaída da democracia brasileira? A verdade é que a justiça parece ter uma demora sobrenatural quando o assunto é pegar esses caras.

E aí a gente se pergunta: será que um dia vão ser presos? Ou vão continuar desfilando por aí, incitando o caos e semeando o ódio impunemente? Enquanto isso, a população segue de olho e a justiça... Bem, a justiça parece estar de folga. Será que vai acordar algum dia ou tá esperando o próximo capítulo. No final, vai está todos fechado com Bolsonaro, como diz a profecia.

É com pesar que nos deparamos com mais um incidente trágico que expõe as falhas em nosso sistema judicial quando se trata da responsabilização de indivíduos privilegiados.

Uma tragédia chocante e perturbadora veio à tona com a divulgação de imagens de uma câmera de monitoramento que capturaram o momento angustiante em que o Porsche dirigido pelo empresário Fernando Sastre de Andrade Filho, de 24 anos, colidiu com um Renault Sandero, resultando em consequências fatais e deixando um rastro de destruição.

As imagens são impactantes e deixam claro o excesso de velocidade com que o veículo de luxo, um Porsche 2023, avaliado em mais de R$ 1 milhão, atingiu violentamente a traseira do carro conduzido pela vítima, Ornaldo da Silva Viana, de 52 anos. O impacto foi tão violento que o Porsche arrastou o veículo da vítima por vários metros, e a violência da batida foi tamanha que até mesmo a luz de alguns postes foi apagada.

 Ornaldo da Silva Viana, de 52 anos, deixa esposa e três filhos
Ornaldo da Silva Viana, de 52 anos, deixa esposa e três filhos
 

Segundo relatos das testemunhas e confirmado pelas imagens, o empresário Fernando Sastre de Andrade Filho conduzia seu veículo em alta velocidade pela Avenida Salim Farah Maluf, quando, por volta das 2h20 da madrugada, tentou realizar uma ultrapassagem perigosa, resultando na colisão com o veículo de Ornaldo.

O resultado foi devastador: o carro de luxo teve sua frente completamente destruída, enquanto a traseira do veículo da vítima sofreu danos igualmente graves. Ornaldo, um motorista de aplicativo que estava trabalhando no momento do acidente, foi levado às pressas para o Hospital Municipal do Tatuapé, mas, infelizmente, chegou com quadro de parada cardiorrespiratória e não resistiu aos "traumatismos múltiplos" causados pelo acidente. Ele deixa para trás uma família dilacerada, incluindo três filhos.

Além do choque causado pelo acidente, a conduta posterior do empresário e de sua mãe, Daniela Cristina de Medeiros Andrade, de 45 anos, também está sob escrutínio. Relatos sugerem que ambos tentaram evadir-se do local do acidente, levantando questões sobre ética e responsabilidade diante de um incidente tão grave. A alegação de ferimentos leves na boca, feita pela mãe do empresário, e a subsequente ausência em hospitais indicados pelas autoridades para realização do teste do bafômetro, adicionam camadas de suspeita a um caso já repleto de controvérsias.

O comportamento do empresário após o incidente, conforme relatado pelas autoridades, é objeto de escrutínio adicional. Em seu depoimento às autoridades, Andrade Filho não demonstrou arrependimento e, ao contrário, parecia tranquilo e bem orientado, acompanhado por seus advogados.

A repercussão do incidente levanta preocupações sobre a equidade na aplicação da lei. A percepção de que indivíduos influentes ou financeiramente privilegiados recebem tratamento diferenciado perante a justiça é profundamente perturbadora e mina a confiança da sociedade em nosso sistema legal.

Diante desses acontecimentos, o caso foi registrado como homicídio culposo com dolo eventual, lesão corporal e fuga de local de acidente, enquanto a prisão temporária do empresário foi solicitada pela Polícia Civil. Enquanto isso, a família da vítima e a comunidade clamam por justiça em meio à tristeza e à indignação.

É crucial que a investigação sobre o incidente seja conduzida de maneira imparcial e que todas as partes envolvidas sejam responsabilizadas de acordo com a gravidade dos fatos. A justiça deve ser cega, não discriminando com base em status social ou recursos financeiros.

O caso de Fernando Sastre de Andrade Filho serve como um lembrete contundente das falhas em nosso sistema judicial e da necessidade premente de reformas que garantam uma aplicação justa e equitativa da lei para todos os cidadãos. Que este incidente trágico nos motive a buscar um sistema jurídico verdadeiramente justo e imparcial.

A galera de São Paulo tá cansada desses apagões que tiram a energia dos nossos lares, né? E parece que o Ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira (PSD), tá ligado nessa vibe! Ele mandou um recado direto: abriu um processo contra a Enel, aquela empresa que cuida da energia aqui na nossa região.

O lance é sério! O Ministro falou que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vai investigar se a Enel tá fazendo o dever dela direitinho. E se não tiver, a coisa pode ficar feia pra eles. Silveira até mandou um aviso de que o contrato da Enel tá na linha e pode ser cortado.

"Vamos ver o que a Enel aprontou com a galera de São Paulo. Se vacilar, a empresa pode perder o contrato," disse o ministro.

E olha só, o Silveira não poupou críticas pra forma como rolou essa privatização da energia não! Ele falou que os contratos são fracos demais e que o serviço tá deixando a desejar. E quer mudar isso na próxima renovação.

A Enel já levou umas multas pesadas por causa desses apagões. Teve uma de R$ 165,8 milhões em fevereiro e mais de R$ 100 milhões em outras vezes. E agora, a paciência da galera tá no limite! Teve um apagão recente que deixou 35 mil pessoas no escuro no centro da cidade. Complicado, hein?

Então, fica aí o recado: a galera quer energia e serviço de qualidade, Enel! Se não rolar, a gente não vai deixar barato não.